Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4
Acessibilidade 5 Alto contraste 6

Sexta Sessão

Publicado em 18/03/2019 às 16:38 - Atualizado em 18/03/2019 às 16:51

Lidos expedientes da semana e Indicação n°003/2019 de autoria do vereador Lidio Manenti sugere ao Poder Executivo que faça um estudo com o objetivo de instalar placas de energia solar fotovoltaica em prédios públicos e escolas municipais. A mesma foi defendida pelo vereador na tribuna e será encaminhada ao Executivo. Em seguida foram postos em votação os seguintes projetos: Projeto de Lei n° 001/2019 Inclui Ação no Plano Plurianual do Município para o Exercício de 2019 e na Lei de Diretrizes Orçamentárias para o Exercício de 2019, abre crédito adicional especial e dá outras providências. Ao solicitar parecer ao relator da comissão de finanças e orçamentos Vilmar Cossa a vereadora Adriane Biava pediu vistas do mesmo o qual foi concedido pelo presidente. Seguiu com a votação do Projeto de Lei n° 005/2019 Estabelece estrutura e funcionamento do conselho tutelar do Município de Arroio Trinta, solicitando parecer a relatora da comissão de educação saúde e assistência social Angela Cividini a qual relatou votos favoráveis das comissões e passando ao voto individual foi aprovado por unanimidade. Para finalizar foi passado a palavra livre: vereadora Elizane fez solicitação ao presidente da Comissão de trânsito referente a possibilidade de implantação de vagas de estacionamento para idosos e deficientes e fazer estudo do número de habitantes e quantas vagas que podem ser disponibilizadas. O pedido será encaminhado ao responsável. Vereador Alexandre: disse que diante de vários pedidos sugere ser visto a condição de carros que estão a muito tempo abandonados no centro da cidade, criando assim um ambiente sujo aos arredores e trazendo assim consequências desagradáveis. Pede que a população seja cobrada da manutenção e construção de calçadas de suas propriedades. Vereador Vilmar comentou que o DEL, chegou fez sua parte de enquadramento das calçadas e que daí em diante o proprietário é responsável pelos ajustes e construções, fez comentários referentes ao poço artesiano do parque industrial que deu pane e qual decisão foi tomada e terá um custo ao Executivo de trinta mil reais com a manutenção que está com noventa e oito por cento de garantia fornecida pela empresa devido o teste de vasão realizado. 


Galeria

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar

Galeria de Audios